Saturday, December 12

no shit a Pide fazia com menos prufiçiunalismu .....

ora um gajo de vez em quando dá com istórias quase inverusimeis ..... e domandaçe .....diga? que coisa é lá esta?

parti daqui .......... e fui ler istu .......... e mais esta outra coisa que aconçelhu que leiam.....


porque ficaçe na duvida se o Ceausescu voltou pra nos açombrar e neçe caso é preciso mandar o gajo (quiçá com a ajuda do mapa do doutor Armando práli pra duas ruas abaixo mais no sentido de Bucareste...) ou voltou o Enver Hoxha e poderemos remetêliu pelo mesmo chemim ou então veio mesmo um ditador sanguinário da américa latina que entretanto apaziguou a tortura física e descobriu a vantagem da tortura psicológica ...... uma coisa é certa istu a ser mesmo açim é indignu duma coisa chamada sociedade aberta e doutra chamada democracia curiosamente inventadas aqui à noçça beirinha na .....Europa..... e um gajo pença ....salvo melhor opinião que estamos neça dita cuja ....Europa.....

devo dzer que em altiçima percentagem de times devo discordar das conclusões e corolários retirados pelos bloggers em questão (não propriamente com a senhora do Blasfémias com a qual concordo com elevadiçima frequênçia) mas como participante no circo que é este carnaval continuado e perpétuu não poçço admitir que sobre eles sejam exerçidas "represºalias" deste nível porque isto não paça de um expediente por certo desenhado para casos de "familias destruturadas" e de ex condenados por tráfico de droga e tal.....e não pra serem usados em casos como os em apreço de modo velhaco e vergonhoso ...... e perante uma coisa desta o que dirão o Poeta Alegre ..... o Pai da Pátria Soares ..... o Vitalino ..... o Lacão...... o Rui Pereira.....e o Bastonário..... e os profeçores de direito etc?

27 comments:

Anonymous said...

Eu ca so respondo ah Judite em grandes entrevistas e para directions consulto o vice-presidente...

e-ko said...

pareçeme que há uma çerta tendênçia a incriminar, a torto e a direito, um poder de topo exerçido çobre os magistrados (coitadinhus!... )... mas a minha experiênçia cumu çidadhã deste jardim cheio de catus por falta dágua e de gente capaz de cultivar flores... diz-me cu senhô Çaraiva num tem nada de queçadmirar, istu çãum pruçedimentus, estúpidos digaçe, mas que qualquer çidadão tem de çuportar... fui condenada, depois de falsas acusações e falsos testemunhus, por PSPs mafiosos, porque quis denunçiar a violênçia com que estavam a interrogar uma peççoa que me tinha acompanhado às urgênçias dum hospital, a pena e multa e tive de responder a um inquérito equivalente... e num çó nunca vendi droga e nem mesmo tabaco!...

e a falta de sinalética é um mal geral neste país, num çó é preçiso ter boca pra ir a Roma, cumo é preçisa muita paçiênçia e boas pernas... mas as peççoas gostam é de alimentar cunverças de bistrot e pulémicas de blogosferas, mas, candu é preçizo denunçiar estas palhaçadas pidescas, que çe abatem çobre qualquer um, vãum encolhendo os ombros... mas quem é o sinhô Çaraiva pra num çer alvo deçças mesmas furmalidades? paranoias, vitimizaçõens!...

todos çabemos canoçça justiça é uma merda, e também por estas coisas!...

MONKO said...

ONDE NOS QUEREM METER?
É BOM QUE APARECAM UMA NOVA GAMA DE LIDERES NA EUROPA.
~CASO NÃO APARECAM ,ENTÃO VAMOS ENTREGAR ISTO AOS AYATOLLAS.
ESTES GAJOS QUE MANDAM NISTO,SÃO FUNCIONÁRIOS.
PORTANTO MEDIOCRES,
.

Pézinhos N' Areia said...

isto está com laivos de américa latina ...por um lado

e de país africano por outro...

um conselho posso dar...

fujam da justiça pq como a koisa funciona... o mais certo ... é terminar tudo com uma enorme dose de frustração...

essas senhoras da resinserção social às vezes percebem tanto do assunto ... kumá porteira do meu prédio...

e-ko said...

pézinhus,

eçças çenhoras fazem o trabalho que lhes pedem e cum menos má fé cus magistrados e outros agentes policiais... garantulhe que çei do que falo, já paççei pla coisa... o restu ção exaxerus de Çaraivas, que deviam çaber quais çãum os obstáculus purque paççam os çidadões comuns, mas num çabem ou pelo menos esperavam que pelo çeu estatutu de jurnaleiro de topo, pudia escapar cu cu à çeringa... çó lhe faltou mandar a çecretária Carolina à cunvucaçãum... ridículu!...

e-ko said...

e çó me falta acresçentar que fui condenada a pena e multa, porque nãum tinha graveto, o tal graveto que corre a rodos nos bolsos de alguns, pra recurrer!........

filhus da pulíçia!....................................................................

Wyrm said...

Concorda assim tanto com a hfm?
Também foi a favor da guerra no Iraque e tem ódio a muçulmanos portanto...

e-ko said...

çim, é caso pra perguntar, Piotr, çe cuncurdou cas croisades da Helene dos inTrojans em favor da invasãum du Inraques e contra o infiel muçulmanu?

raramente cuncordu cas diarreias mentais da Helena dos inTrojans... mas, quem çou eu?!...

Piotr Kropotkine said...

não concordo com a cruzada contra os infieis ... mas por vezes coloca boas perguntas sobre a natureza do paizinhu "Estado" e da intromiçção de tanta gente bondosa na vida de cada um .....

quanto à invasão do Iraque e cruzada contra o infiel são duas coisas diferentes a invasão do Iraque foi coisa que resolveu a tara da familia Bush em relação ao Saddam ....a cruzada contra o infiel é um problema ideológico além de religioso.....a questão religiosa é-me totalmente indiferente .....a questão ideológica é também uma questão a discutir.....

não tenho ódio particular a ninguém nem muçulmanos nem hindus nem adoradores de Ball ou de Pazuzu mas se quiserem vir aqui proibir-me ou censurar-me o gosto pelos secretos de porco preto é que já me xateia ....e querer discutir o uso de burkas por aqui e não aeitar discutir a abertura de igrejas na Arábia são aççuntos a discutir


tratar as mulheres como pedaços de merda tamém é outro açunto ideologicamente relevante ....

se com istu um gajo ganha fama de islamofobico que se foda

Piotr Kropotkine said...

já a istória do Saraiva deixame completamente indiferente seja com o Saraiva seja com o zé da esquina andarem a snifar a vida privada de cada um por causa da liberdade de informação ou por causa do segredo de polichinelo da justiça através da intimidação seja por quem for já me parece contrário a longas tradições de liberdade na europa .....

o processo de perguntar a vizinhos e ir a casa fver como é a relação com a mulher e filhos e como é a casa para decidir se um gajo pode ter cérebro e opinião é que me deixa pasmado pra dizer no minimo .....

Piotr Kropotkine said...

é caso para dizer o que é que tem a ver o cu com as calças .....

percebo que exista o procedimento se um tipo é acusado de violência doméstica ou de negligência com os filhos ou se regressa da pildra por tráfico de droga ou por crimes de sangue ou por associação em gangues .....

mas o processo de devassa por causa de eventuais crimes de delito de opinião????!!!! é apenas pidesco
e isso já me deixa preocupado sobre se quem faz as leis deixa estas portas pra serem utilizadas contra inimigos politicos .....sejam os do PS aos do PSD sejam os do PSD aos do PS sejam os do BE aos dos CDS sejam os do CDS aos do PCP sejam os do PCP aos do FGTYR .....

a coisa cheira mal e ponto.... o Saraiva é irrelevante

e-ko said...

poiszé!... mas çerá queças inquiziçõens num çe devem tulerar no casu dos Çaraivas e cuntinuarem a çer patruçinadas pró çidadõe comum?

o Çenhor Çaraiva çó devia interrogarçe çe o çeu caso é único ou çe num devia fazer jurnalismu dinvestigaçãum, para çaber o que çe paçça realmente neste jardim de catus... o pior na prática da inquiziçãum é eççe cartãum único da treta q que estaremus, dentro em breve, amarradus cumu a uma cauda de noiva!...

Anonymous said...

Quando for grande quero ter um blogue como este mas nao permitirei comments de ninguem, excepto do Marcello ...

MONKO said...

1984-PROPRIAMENTE DITO JÁ CHRGOU.
NO PORTUGAL PROFUNDO VEM TUDO EXPLICADO.
P PROF.ANTONIO BALBINO CALDEIRA,FOI A PRIMEIRA VITIMA DECLARADA.
PARA QUEM SE ANDOU A QUEIXAR DA PIDE.

e-ko said...

mas voltando ao famigeradu cartão de pensamento únicu... çou absolutamente contra... e o argumentu do quem deve nãum teme é de débeis mentais... porque não acreditu, absolutamente, nos funçiunárius que nos deviam çervir e que a qualquer mumentu decidem çervirçe!... este país é uma podridãum!...

Pézinhos N' Areia said...

tanto zelo para a liberdade de expressão ... mas kuando para meter a mão e o pé na merda à sério ...fogem e fingem que não vêem

é por isso que morrem crianças.. vítimas de maus tratos e morrem mulheres ... vítimas de violência doméstica...


nisso é keu gostava de ver rigor e competência por parte das senhoras da reinserção social

mas claro keu sei kélas têm um buraco ao fundo das kostas e os gajos que tratam mal os filhos e batem nas mulheres ... às vezes até usam fusga...

Animal said...

ó piotr, fiquei priócupadu pá: agora iscreves em português iscurreito ou foi só uma má dijestom?

Piotr Kropotkine said...

portugu^s escurreitu? adodnde?

MONKO said...

NADA PREOCUPANTE.
SO FOI UM ALENTEJANO COM 14º.

Wyrm said...

Já agora, se permitir a pergunta, também considera que um sistema de saúde (privado ou público não interessa) em que todos tenham acesso a cuidados médicos independentemente dos rendimentos também é uma ingerência inadmissivel do paisinho estado?

Piotr Kropotkine said...

não misture duas coisas distintas

o Estado tem missões a cumprir e o Estado resulta do contrato social feito pelos cidadãos para melhor se protegerem da incerteza e da insegurança não resulta da necessidade de institucionalizar a quadrilhiçe como forma de ser ou estar nem resulta da necessidade de institucionalizar a preguiça nem a orfandade mental nem da necessidade de instituir uma tutoria perpétua sobre a infância eterna ou a adolescência permanente

Wyrm said...

Obrigado pela resposta. Assim concordo consigo e assino por baixo. Mas é que muitos começam com a conversa da liberdade, anti-estado e acabam no neo-feudalismo. E a rapaziada do blasfémias e de outros blogs pesudo-liberais são um perfeito exemplo disso. Liberdade sim, mas não a liberdade inglesa do sec. XVIII...

Piotr Kropotkine said...

não nos confudamos ....há estados e estados e a presente e catita alianaça em variadiçimus paises entre oligarcas e plutocratas não augura nada de bom ....

vai dar origem a estados insuportavelmente claustrofobicos e ditatoriais (sem o onus da ditadura explicita) vide exemplos da Russia e de varios paises que para lá caminham .....

um grupo de autocratas (perpetuamçe no poder através de eleiçõis...) e começam por impor o "respeitinho" que é bonito protegem um conjunto de banqueiros poderosos que os protegem a eles e mais um conjunto de "amigos joaquins" que sem o "estado" dos amigos politicos não seriam mais que serventes de pedreiro .....

os demais ficam sob a "alçada" ....protectora/controladora do estado ......

meu amigo neste caso preferiria morrer sem assistênçia ....mas morria direito e com dignidade e espinha

o risco que corremos em muitos sitios é o de resvalarmos para aqui é contra este "estado" que me manifesto

a ausência total de Estado ou as teorias anti estado e da "bondade" imanente do mercado é de quem verdadeiramente não estudou dinâmicas de concentração industrial nem observa o funcionamento da economia real e não leu coisa alguma a não ser manuais de teoria economica

Piotr Kropotkine said...

um curioso equivoco que resulta de assumir como bom o papel do estado é o da mascarada por todo o mundo da "necessidade de intervenção" em tempos de crise pela via da despesa publica que "alivie" a crise....

é possivel que se estabeleçam politicas de despesa publica que efectivamente aliviem a crise relançando a economia

mas também é efectivamente o timming e a desculpa ideal para encher os bolsos dos amigos plutocratas que se locupetam com interessantes fatias do dinheiro do Estado com o alibi que estão a combater a crise .....

a crise deles sem dúvida....

ora aqui está um papel que eu preferia ver melhor escrutinado não fora dar-se o caso de todos (os potenciais escrutinadores) se entreterem a abifar umas migalhas sobrantes

Piotr Kropotkine said...

não vá dar-se o caso de chegarmos à situação dos gregos....

Wyrm said...

"meu amigo neste caso preferiria morrer sem assistênçia ....mas morria direito e com dignidade e espinha"

Percebo completamente o que quer dizer e concordo. Mas como não sei o que é ter fome nem o que é estar doente sem me poder tratar não tenho tanta certeza de como reagiria nessas situações extremas. Aliás, ninguém tem, só os que por elas passaram.

MONKO said...

BRAVO PIOTR!